Buscar
  • Tropicália Viva

Ressurreição e morte de Vicente Celestino na Tropicália

Quando Caetano Veloso anunciou que a colocaria a canção "Coração Materno" de Vicente Celestino no álbum "Tropicália ou panis et circensis" a imprensa se movimentou.


Vicente, que tanto fez sucesso com sua voz de tenor na década de 1930 havia sido deixado de lado por parte da mídia e muitas vezes foi taxado como algo tosco, pastiche ou grosseiro.


Caetano trouxe potência e interpretação ao caso de matricídio relatado na música. Relembrar a importância estética de Vicente Celestino era sinônimo de radicalizar.



O cantor operístico topou participar do especial "Vida, Paixão e Banana do Tropicalismo" que seria gravado no dia 23 de agosto de 1968, há exatos 62 anos.


Vicente foi a São Paulo e ensaiou seu número ao lado de Caetano. Caetano Veloso chegaria com flores e o chamaria de "voz de ouro do Brasil". Ele cantaria "Mandem Flores do Basil".


Relatos contam que Vicente Celestino ficou muito emocionado durante o ensaio. A tarde, ele voltaria ao local para acompanhar o restante dos preparativos.


Em um dos números, Gilberto Gil seria Jesus Cristo e oferecia bananas ao público ao invés de pão. Dizem que Vicente Celestino protestou dizendo que havia gostado do retrato de um Jesus Cristo negro, mas não aceitaria que o pão sagrado fosse trocado por uma banana.

Transtornado, Vicente retornou ao hotel.


A noite, no horário da apresentação Vicente não apareceu. Boatos de que ele havia passado mal no hotel e morrido. Os presentes na gafieira Som de Cristal até acharam que o buchicho sobre a possível falecimento do cantor fazia parte de algum número bolado pelos anfitriões.


Vicente Celestino Foto: Reprodução


Suspeitas confirmadas. Na noite do dia 23 de agosto de 1968, Vicente Celestino infartou no quarto do hotel Normandie e morreu.

Os tropicalistas se reuniram e decidiram que o show tinha que continuar. Seria essa sem dúvidas a decisão de Vicente Celestino.

A gravação começou por volta de uma da manhã e talvez seja sem dúvidas um dos mais icônicos relatos dos presentes.

Problemas com a marca que patrocinou o show fez com que o mega espetáculo fosse ao ar com uma versão reduzida Rede Globo com o nome "Tropicália ou panis et circensis".



Anúncio do programa Foto: Reprodução (Caetano en detalle)


#tropicália #tropicalismo #vicentecelestino #arte #coraçãomaterno #caetanoveloso #tropicalia

96 visualizações
  • Instagram - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco

© Tropicália Viva por Felipe Caetano

contato@tropicaliaviva.com